Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Alegria de Viver Cada Dia

A Alegria de Viver Cada Dia, é encontrar uma forma de lidar com as adversidades. Escrevo pela alegria em escrever sobre a realidade do quotidiano, na esperança de encontrar uma solução que nos permita esboçar um sorriso.

A Alegria de Viver Cada Dia, é encontrar uma forma de lidar com as adversidades. Escrevo pela alegria em escrever sobre a realidade do quotidiano, na esperança de encontrar uma solução que nos permita esboçar um sorriso.

A Alegria de Viver Cada Dia

28
Jul22

Os parentes e a família

Sol

Recebi o meu irmão, a minha cunhada e os meus sobrinhos cá em casa. Eles vivem fora do país e, no entanto, não sinto a distância entre nós. Estiveram aqui de sábado até quarta-feira, e fartámo-nos de conversar, de rir, de passear e de aproveitar o sol e o calor que se fez sentir. Na terça-feira, no grupo do WhatsApp que há uns tempos se criou com os primos, tios, pais e irmãos, tivemos uma pequena discórdia que se arrastou até quarta-feira - que foi o dia em que decidi intervir - sobre a presença (não só física) de alguns membros da família, isto porque uns cobram a outros sem ninguém lhes ter dado este direito.

Claro que coloquei a minha faceta mais orgulhosa e irónica porque não consigo perceber como certas e determinadas pessoas acordam de manhã e pensam "vou opinar sobre a vida dos outros, só porque sim". Gostava mais que me ligassem para pedirem o meu IBAN ou pagarem as minhas contas, mas parece que este tipo de pensamentos não lhes ocorre. Até porque, como diz o ditado, conselho, se fosse bom, não se dava, vendia-se.

Bom, com isto percebi que há uma pequena grande diferença entre o que consideramos parentes e o que consideramos família. Bem sei que se costuma dizer que a família é para sempre, no entanto acredito que esta família não é composta necessariamente pelos nossos parentes, e que nem sempre os que estão fisicamente perto de nós são aqueles que estão mais próximos. Sou daquelas pessoas que tem poucos amigos, mas sem duvida que os considero família, tanto que me conhecem melhor que muitos dos meus parentes.

Nos filmes costuma haver aqueles jantares com uma mesa cheia de primos e enteados, todos a darem gargalhadas e a servirem a ultima perna de peru, na minha mesa senta-se a família que escolhi, com alguns parentes e amigos de coração, todos a darem gargalhadas e a brindar com uma cervejinha. Estou fisicamente longe, por me ter mudado no ano passado, mas todos eles conheceram a minha nova vida, apoiaram cada passo que dei (e dou) em busca do que pretendo conquistar, e sem duvida que todos eles estão perto do meu coração. 

Pausa para limpar esta lágrima no canto do olho (obviamente por algum tipo de poeira que por aqui anda).

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub