Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Alegria de Viver Cada Dia

A Alegria de Viver Cada Dia, é encontrar uma forma de lidar com as adversidades. Escrevo pela alegria em escrever sobre a realidade do quotidiano, na esperança de encontrar uma solução que nos permita esboçar um sorriso.

A Alegria de Viver Cada Dia, é encontrar uma forma de lidar com as adversidades. Escrevo pela alegria em escrever sobre a realidade do quotidiano, na esperança de encontrar uma solução que nos permita esboçar um sorriso.

A Alegria de Viver Cada Dia

02
Ago22

Saídas à noite

Sol

Ontem estava deitada na cama e ouvia a "malta" na rua a falar. A falar.... a gritar! É engraçado analisar como as pessoas alteram pequenas coisas como o tom de voz, dependendo daquilo que estão a sentir, da forma como se sentem em determinado momento. Lembrei-me de quando fomos á Isla Magica, em Abril para aproveitar o fim-de-semana grande: eramos 3 casais, e fizemos uma data de vídeos, e fartei-me de rir porque começávamos a filmar ainda na fila das diversões (num tom normal), entretanto a fila andava, e llá íamos nós, prontos para a aventura - ora 1, 2, 3, aqui vamos nós!! Uhuhhhh.... Uns gritavam, outros diziam asneiras, outros fechavam os olhos e uns segundos depois, parávamos onde tínhamos começado. Bem, só gostava que vissem, a diferença do tom de voz! Mesmo nas diversões mais calminhas, nós saíamos de lá praticamente aos gritos. Tal era a adrenalina nas correntes sanguíneas da juventude. E eu juro que nem me tinha apercebido na altura, só quando estava em casa é que consegui analisar bem. Ainda me dá vontade de rir.

Ora então, desde aí que fiquei mais desperta e me apercebo que, por vezes, quando alguém (inclusive a minha pessoa) está mais entusiasmado, levanta o tom de voz. Como hei de ficar aborrecida com quem passa à beira da janela às 3h da manhã a falar como se estivesse a dar um concerto?! Aceitei que doi menos, e percebi que tenho de lidar. Se me dá vontade de encarar uma faceta mais sénior e ir para a janela fazer "shiiiuuu", dá! Mas respiro fundo três vezes e lá acabo por adormecer.

Há 10 anos atrás provavelmente aborreci muitas pessoas que estavam a tentar descansar, quando ia para a noite com as amigas. Agora chegou a vez dos jovens nascidos em 2005 se vingarem, então vou deixá-los fazer barulho e tentar não ser a chata aqui da rua. 

Não obstante, já agora, se forem sair á noite e se aperceberem que estão a falar muito alto, lembrem-se de mim e falem um bocadinho mais baixo.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub